Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Nevo bersh 2014

Imagem
“Aven romalé thaj chavalé, putras nevo dromoro”   Baxtalô, sastipen, mestipen. Nevo bersh 2014.  Associação Internacional Maylê Sara Kalí Avante vamos abrir novos caminhos   O valor somos nós que colocamos em tudo que fazemos!  

NOSSOS DESEJOS

Imagem
Desejamos... que os contos com finais felizes existam... sonhos dourados ... *** um mundo colorido, que respeite o fato de sermos diferentes ... um mundo que seja assim, sustentado pela nossa paz. Ciganos e não ciganos IRMÃOS NESSE NATAL E EM TODOS OS QUE HÃO DE VIR. AMSK/Brasil

Com a palavra: Carlos Drummond de Andrade

Imagem
" O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história. O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA. O ano que passou foi um ano cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal. Às vezes se espera demais das pessoas. Normal. O próximo ano não vai ser diferente. O que eu desejo para todos nós é sabedoria! E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência! Se a gente se entende e se permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes. Desejo para todo mundo esse olhar especial. O próximo ano pode ser um ano especial, muito legal, Se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso". Carlos Drummond de Andrade Nais Tukê Francine  AMSK/Brasil

FOTOS QUE CONTAM HISTÓRIA

Imagem
“Living on wheels” Kalderash Roma began to spread all over the world from Romania, after slavery had been abolished. AMSK/Brasil

UMA TELA, UMA REALIDADE

Imagem
Hora do silêncio , s/d Heidi E. Press (Alemanha/EUA, contemporânea) óleo sobre tela,  60 x 50 cm AMSK/Brasil

Yardani Torres : fete des gitans 2013 : "rumba" 2/3

Sara Kalí Group - Gypsy Dance

Romafest Gypsy Dance Theater - Rhythm game (+playlist)

Romafest Gypsy Dance Theater - Verbunk (+playlist)

XVIII PRÊMIO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS

Imagem
As vezes a vida nos prega algumas peças e nos tira o fôlego, isso aconteceu na vida do Profº Flávio José, mas; ele de certa forma e só Deus sabe como, soube superar. Como? Em parte, não sabemos, mas daquilo que podemos dizer está a resistência. Talvez por ser nordestino, talvez por ter um coração grande, mas pode ser porque aqueles que possuem caráter, como o do professor tem uma grandeza diferente, daquelas que não fazem alarde, trabalham. Sendo assim, desejamos a esse homem, a essa pessoa, cidadão do mundo, caminhante de sua própria estória, toda a felicidade e o respeito do mundo, porque a nossa ele já tem. AMSK/Brasil "Este prêmio que me será concedido, é resultado de um trabalho de pesquisa que por mais de 15 anos tenho realizado com os povos tradicionais em situação de itinerância, no nosso país e em especial no nosso estado do Rio Grande do Norte. Na minha condição de professor-pesquisador, educador social, mestre e agora doutorando em educação, busco res

FORUM MUNDIAL DOS DIREITOS HUMANOS - 2013

Saúde mental e direitos dos povos ciganos encerram atividades da PFDC no Fórum Mundial de Direitos Humanos 16/12/2013 16:44 Evento reuniu mais de nove mil participantes. Ao longo de quatro dias de atividades, membros do MPF trocaram experiências e dialogaram com sociedade civil, órgãos internacionais e poder publico Os avanços e desafios na efetivação de direitos no campo da Saúde Mental foi tema de mesa redonda que a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) promoveu na sexta-feira, 13/12, último dia do Fórum Mundial de Direitos Humanos, realizado em Brasília. O diálogo reuniu acadêmicos, representantes do Ministério da Saúde, Ministério do Trabalho e Emprego, da Procuradoria Federal Especializada junto ao INSS, do Conselho Regional de Psicologia, da Secretaria de Direitos Humanos, além de usuários dos serviços de saúde mental. A mesa foi coordenada pelo procurador feder

Intercambio de políticas públicas para povos ciganos

Secretaria de Políticas para Comunidades Tradicionais divulga relatório de 2ª Missão Técnica à Espanha Data: 13/12/2013 Realizada entre 14 e 18 de outubro, ação teve como foco o intercâmbio de políticas públicas para povos ciganos. A Secretaria de Políticas para Comunidades Tradicionais (Secomt), da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), divulgou nesta sexta-feira, 13, o Relatório da 2ª Missão Técnica à Espanha, que teve como foco o intercâmbio de políticas públicas para povos ciganos entre os dois países. A atividade foi realizada entre 14 e 18 de outubro, em Madri, no âmbito do projeto de Cooperação Técnica Brasil-Espanha de Combate ao Racismo e Promoção da Igualdade Racial. O projeto foi construído a partir da realização de uma oficina com a participação de servidores de todas as unidades da SEPPIR e teve como fato gerador o Memorando de Entendimento entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo do Reino Unido d