Postagens

VACINAR NO SUS É UM DIREITO DE TODAS E TODOS E UM DEVER DO ESTADO

Imagem
  A AMSK/Brasil subscreve a Nota Pública da Associação Brasileira de Saúde Coletiva - ABRASCO contra o negacionismo e a necropolítica do governo brasileiro ao Sistema Único de Saúde (SUS). Vacinar no SUS é um Direito de Todas e Todos e um Dever do Estado Neste momento de crise sanitária internacional e nacional devido à pandemia de Covid-19 – somos o segundo país do mundo em número de mortos por essa doença –, é fundamental nos concentrarmos na luta pela vacinação já, com equidade. A equidade é importante como a garantia de justiça social, mas também como requisito para o tão esperado controle da pandemia. Que seja, portanto, garantida igualdade de acesso às cidadãs e cidadãos brasileiros na vacinação contra a Covid-19. O Programa Nacional de Imunização (PNI) do Sistema Único de Saúde (SUS) tem um histórico de grande sucesso, com experiência bem-sucedida em campanhas de âmbito nacional e com reconhecimento internacional. Somente o pleno apoio e adequado incentivo financeiro e op

UM NATAL DE ESPERANÇA, RESISTENCIA E CABEÇA ERGUIDA...TEMOS UM PAÍS PARA RECONSTRUIR

Imagem
  Não foi fácil até aqui. Nada fácil, mas, teria sido muito mais difícil sem os Parceir@s e amig@s da AMSK/Brasil... Então, vamos apostar naquilo que sabemos fazer...e bem, vamos aprimorar a nossa esperança, juntar as  nossas forças e reconstruir o nosso país... Nais tumengue ...     Muito obrigada....          São os votos das mulheres e homens da AMSK/Brasil

HOLOCAUSTO, HOLOKOSTO OU HOLOKAUSTO ROMANI - 02 DE AGOSTO DE 1944

Imagem
A comemoração nunca é um fim em si mesma.  Para ser significativa, a comemoração precisa lembrar o passado para moldar nosso futuro comum. Se o Holocausto nos ensina alguma coisa, certamente nos diz em voz alta que "quando os direitos humanos de um grupo são violados, nenhum grupo pode se sentir seguro." Rainer Schulze  Cabelos e roupas (Fotos da visita da AMSK/2017) Porajmos ou Porrajmos: A Grande devoração (Ian Hancock) Samudaripen: Assassinato em massa (Marcel Courthiade) Berša Bibahtale:   'Os anos infelizes' Kali Traš:' Black Fear’ - Medo Negro Termos esses que não foram incorporados no cotidiano das populações mundiais. O que precisamos entender é que foram termos cunhados por sujeitos de direito e portanto cabe a cada qual defender e usar segundo o entendimento da própria dor. O Brasil começa a expor a dor dos descendentes dessa tragedia e tem lutado cotidianamente contra "o aculturamento", "o esquec

DENUNCIE O TRABALHO INFANTIL EM OBRAS E EMPREENDIMENTOS DAS EMPRESAS

Imagem
Dia 12 de junho é o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil e o  Dia  Nacional de Combate ao  Trabalho Infantil. A Resolução nº 215, de 22 de novembro de 2018 , do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA) dispõe sobre Parâmetros e Ações para Proteção dos Direitos de Crianças e Adolescentes no Contexto de Obras e Empreendimentos. Essa Resolução define ações e recomendações específicas para as instituições do Poder Público, empresas estatais, privadas e de economia mista e instituições financeiras públicas e privadas , conforme a competência de cada um desses órgãos e considerando a abrangência e complexidade de cada obra ou empreendimento, estabelecendo ainda instrumentos de fiscalização, participação e controle social por parte das organizações da sociedade civil e instituições correlatas. Devemos ampliar o debate sobre as violações dos direitos de crianças e adolescentes em áreas de obras e empreendimentos no país. O Trabalho Infantil pre

OS LIVROS QUE CONTAM A HISTÓRIA DO “COPO DE LEITE” TÊM MUITAS LETRAS...MAS, É IMPERATIVO QUE SE LEIA.

Imagem
No Brasil vivenciamos momentos em que estão descritos nos livros de história sobre o nacionalismo-socialista. Muda-se o calendário, a forma, mas a retórica é a mesma. Devemos ficar atentas as falas de alguns gestores públicos e nunca esquecer os movimentos realizados: Frases como "O trabalho, a união e a verdade libertarão o Brasil" remete a frase inscrita na entrada do antigo campo de extermínio de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial, "O trabalho liberta" ("Arbeit macht frei", em alemão). O pronunciamento em rede televisiva nacional, 16 de janeiro de 2020, do ex-Secretário Nacional da Cultura, Roberto Alvim, que exaltou o discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo. Assim como Goebbels havia afirmado que a "arte alemã da próxima década será heroica” e “imperativa”, Alvim afirmou que a “arte brasileira da próxima década será heroica” e “imperativ

DIA NACIONAL DO CIGANO, 24 DE MAIO, O QUE CELEBRAR?

Imagem
O Dia Nacional do Cigano , 24 de maio, instituído pelo Decreto Presidencial de 25 de maio de 2006. Esse marco legal é o reconhecimento do governo brasileiro da autodeterminação identitária cultural do Povo Romani (ciganos) após séculos de negação a nossa existência no território do Estado-nação. Pois, os primeiros romani degredados de Portugal, registro oficial, data de 1562 [VASCONCELOS, Marcia; COSTA, Elisa. Datas de celebração e luta pelos direitos dos Povos Romani (Ciganos) ; p.7]. E a cultura de um povo resistiu a todas as adversidades impostas pela classe dominante por meio de Cartas de Leis, Decretos, Alvarás, Cartas Régias, Leis e Decisões imperiais. Resilientes, resistentes e sobreviventes em um Estado-nação regido pela dinâmica política, econômica e social contínua de promoção da desigualdade social e desrespeito a cultura dos povos étnicos - indígenas, romani, africanos - existentes no país. O que celebrar no Dia Nacional do Cigano quando há identifica

RESISTENCIA RROMANI - 1944 Á 2020 EM PLENA PANDEMIA

Imagem
O ano é 2020 e mais um 16 de maio se apresenta, igual na sua relevância e na necessidade de recontar partes da história, mas, diferente nas nuances e nas adversidade de uma pandemia, de uma guerra mundial contra um vírus e do difícil enfrentamento diante do avanço da extrema direita no Brasil. O ano era 1944 e o dia 16 de maio foi fundido e solidificado com paus, pedras, pães, murros e chutes. Não tinha como vencer naquela época, tanto é que nos dia 2 e 3 de agosto, a solução final para os Rrom e Sinti foi posta à prova e apesar de uma enfraquecida resistência, as câmeras de gás fizeram seu papel e cumpriram a agenda de extermínio proposta pelo Nazismo. http://www.auschwitz.org/en/ O ocorrido teve endereço registrado: “seção de acampamento B II e de Auschwitz-Birkenau” e relatos dão conta dos gritos e das brigas e do horror. Feche e olhos e se dará conta do que foi mais de 2.900 pessoas lutando contra o poderio da época, entre homens, mulheres e criança