Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

CNPIR 2015 - Fique por dentro

Imagem
Resolução CNPIR nº 1 de 07/11/2005 -  REGIMENTO INTERNO       A suplência tem condições de ajudar, ocupar seu papel e solicitar transparência das ações. Enquanto o quadro não se renova, a votação de eleição é interna, cabe-nos, sociedade civil organizada, dar visibilidade a ações, para que sejam de fato abertas ao conhecimento de todos os que são diretamente afetados ou historicamente excluídos. A maioria dos Conselhos; atualmente estão remodelando seus Editais de Convocação, a fim de tornarem públicas as sessões e decisões. Sendo assim, solicitamos as atas de 2014 para vermos os andamentos, solicitações, interferências e avanços propostos na pauta dos povos de etnia romani – ciganos.         Daniel Rolim  (Coordenação de Direitos Humanos e Fundamentais dos Povos de Etnia Romani no Brasil - AMSK/Brasil) e Nilma  Lino Gomes - Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República - SEPPIR/PR.  

Holocausto, Shoah E Porrajmos

Imagem
Enquanto os termos Holocausto e Shoah se referem ao extermínio de 6 milhões de judeus (2/3 da população judaica da Europa e 1/3 de judeus do mundo), a historiografia européia mais recente cunhou o termo em romani Porrajmos para denominar o extermínio dos ciganos pelos nazistas e seus colaboradores na Alemanha e nos países ocupados. O Porrajmos vitimou aproximadamente metade da população cigana da Europa (500 mil ciganos) e foi resultado de uma política planejada, direcionada, sobretudo, contra os ciganos nômades, de exclusãosócio-econômica, ―guetoização‖, trabalho forçado para firmas alemãs em campos de concentração (―extermínio pelo trabalho‖), fuzilamentos pelas Einsatzgruppen (forçastarefa especiais), experiências pseudo-científicas, eutanásia, fome, doenças e gaseamento por gás Zyklon B nos campos de extermínio. CAVALCANTI, Ania. O trabalho forçado e a política de extermínio de ciganos durante o nazismo, p. 3

ACINGANI

Imagem
The Project Gutenberg eBook of Gipsy Life, by George Smith   Um peregrino, Frescobaldi, já tinha assinalado, em 1384, os romiti, peregrinos; um outro descreve as 300 cabanas nas quais, em 1483 viviam os acingani, que, tornando-se nômades, levam na época dois etnônimos: boêmios e sarracenos. Em todos os países europeus onde os habitantes do Antigo Mundo emigraram em massa em diversas épocas – Canadá, Estados Unidos, América Latina, África do Sul, Austrália - vivem populações flutuantes, às quais uma secreta tradição e a consciência coletiva ocidental atribuem uma origem nômade única, com critérios étnicos e raciais bem definidos.[...] No décimo sétimo dia do mês de agosto do ano de 1427 que os errantes dizem-se vir do Baixo Egito.  MARTINEZ, Nicole. Os ciganos, p. 12

ANO 1050 - PEDAÇOS DA HISTÓRIA

Imagem
A História escrita dos hoje assim chamados ―ciganos‖ não vai além de um milênio. Um dos documentos mais antigos é de um monge grego segundo o qual, no ano de 1050, o imperador de Constantinopla (hoje Istambul, na Turquia), para matar uns animais ferozes, solicitou a ajuda de adivinhos e feiticeiros [...] MOONEN, Frans. Anticiganismo e políticas ciganas na Europa e no Brasil, p. 9

Poeira, Cecília Meireles

Imagem
“Por mais que sacuda os cabelos por mais que sacuda os vestidos, a poeira dos caminhos jaz em mim”. Poeira, Cecília Meireles

Gypsies, Roma, Travellers: An Animated History

Imagem

DENUNCIE

Imagem
Faça valer os seus direitos DENUNCIE A VIOLÊNCIA, O RACISMO E A INJUSTIÇA NÃO PODEM FAZER PARTES DOS NOSSOS DIAS. AMSK/Brasil

Projeto Kalinka - Ciganos na minha escola

Imagem
   Quando se apoia a participação popular nas universidades e a Educação que chega traz cidadania e respeito, o racismo perde a força. AMSK/Brasil, junto com as Universidades, na construção de construções respeitosas.

CONSTRUINDO CIDADANIA

CONSTITUIÇÃO, CONVENÇÃO.169/OIT E CNE/CEB 3/2012   *** Constituição Federal de 1988, Art. 5º, I, Art. 206, Art. 210, I, § 1º do Art. 242, Art. 215 - O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais. § 1º O Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional e Art. 216 - Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem: I - as formas de expressão; II - os modos de criar, fazer e viver; III - as criações científicas, artísticas e tecnológicas; IV - as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às mani

NOTA PÚBLICA

Imagem
   NOTA PÚBLICA ELECCIÓN DE CONANDA "Frente Amplia, la victoria popular!" Esta semana, el 16 de diciembre de 2014, se llevó a cabo en Brasilia las elecciones para cubrir las vacantes de la sociedad civil CONANDA - Consejo Nacional de los Derechos del Niño y del Adolescente, organismo público formulador y controlador de políticas de derechos humanos para niños, niñas y adolescentes en Brasil. Bajo este escenario, se colocó la Frente Amplia por los Derechos de los Niños, Niñas y Adolescentes en Brasil, espacio de la articulación y movilización de las bases, originado a partir de una articulación de organizaciones críticas al “status quo” de los espacios de representación y de participación social, para formular una agenda para la ciudadanía de los niños a nivel nacional.  El día 15, antes de la votación de la asamblea, la Frente Amplia celebró una reunión con los movimientos sin precedentes, grupos y organizaciones con el compromiso de consolidar esta nueva i