Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2020

DENUNCIE O TRABALHO INFANTIL EM OBRAS E EMPREENDIMENTOS DAS EMPRESAS

Imagem
Dia 12 de junho é o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil e o  Dia  Nacional de Combate ao  Trabalho Infantil. A Resolução nº 215, de 22 de novembro de 2018 , do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA) dispõe sobre Parâmetros e Ações para Proteção dos Direitos de Crianças e Adolescentes no Contexto de Obras e Empreendimentos. Essa Resolução define ações e recomendações específicas para as instituições do Poder Público, empresas estatais, privadas e de economia mista e instituições financeiras públicas e privadas , conforme a competência de cada um desses órgãos e considerando a abrangência e complexidade de cada obra ou empreendimento, estabelecendo ainda instrumentos de fiscalização, participação e controle social por parte das organizações da sociedade civil e instituições correlatas. Devemos ampliar o debate sobre as violações dos direitos de crianças e adolescentes em áreas de obras e empreendimentos no país. O Trabalho Infantil pre

OS LIVROS QUE CONTAM A HISTÓRIA DO “COPO DE LEITE” TÊM MUITAS LETRAS...MAS, É IMPERATIVO QUE SE LEIA.

Imagem
No Brasil vivenciamos momentos em que estão descritos nos livros de história sobre o nacionalismo-socialista. Muda-se o calendário, a forma, mas a retórica é a mesma. Devemos ficar atentas as falas de alguns gestores públicos e nunca esquecer os movimentos realizados: Frases como "O trabalho, a união e a verdade libertarão o Brasil" remete a frase inscrita na entrada do antigo campo de extermínio de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial, "O trabalho liberta" ("Arbeit macht frei", em alemão). O pronunciamento em rede televisiva nacional, 16 de janeiro de 2020, do ex-Secretário Nacional da Cultura, Roberto Alvim, que exaltou o discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo. Assim como Goebbels havia afirmado que a "arte alemã da próxima década será heroica” e “imperativa”, Alvim afirmou que a “arte brasileira da próxima década será heroica” e “imperativ