Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2019

AMSK PARTICIPA DO FÓRUM PERMANENTE DE SAÚDE DAS POPULAÇÕES VULNERÁVEIS (FPSPV)

A Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, da Universidade Federal Fluminense realizou no dia 13 de junho reunião do Fórum Permanente em Saúde das Populações Vulneráveis (FPSPV). A AMSK/Brasil foi convidada pelo FPSPV para participar da atividade da disciplina Diversidades, Equidade e Cuidados de Saúde, do curso de graduação em enfermagem, cujos docentes são a Profa. Dra. Isabel Cruz e o Prof. Dr. Audrey Vidal, bem como da disciplina Trabalho de Campo Supervisionado (TCS) 1B - Atenção Integral à Saúde de Populações Vulneráveis, do curso de graduação em medicina, cuja docente é a Profa. Dra. Mônica de Rezende. A representante da AMSK/Brasil, Elisabete Martinho, apresentou informações sobre a história do Povo Rom do Brasil, as ações realizadas para efetivação da política pública de saúde, promovendo reflexões sobre a temática do preconceito, discriminação e racismo no atendimento dos romani nos serviços públicos ofertados. Destacou o dever da academia em garantir a efetivação da igual…

AMSK PARTICIPA DO VII CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ANTROPOLOGIA – APA 2019

O VII Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia – APA 2019 realizado nos dias 4 a 7 de junho, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, reuniu docentes, discentes e sociedade civil de vários países para o intercâmbio de conhecimentos e experiências. A AMSK/Brasil representada por Elisa Costa e Lucimara Cavalcante participaram das atividades do evento que propiciaram a divulgação dos estudos e pesquisas realizados sobre o Povo Rom do Brasil. Também oportunizou o diálogo em particular com o Prof. Dr. Boaventura Sousa Santos e o Prof. Dr. João de Pina-Cabral, momento em que a AMSK/Brasil chama atenção dos pesquisadores para incluírem em suas falas as questões afetas aos Roma da Europa e da América Latina. Os pesquisadores agradeceram a intervenção e se comprometeram em promover as reflexões sobre a discriminação, o racismo e a romafobia no âmbito de suas participações em eventos. No dia 6 de junho, Jamilly Cunha (Doutoranda PPGA/UFPE) e Lucimara Cava…

AMSK/BRASIL PARTICIPA DO “SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIGANOS EM PORTUGAL, ESPANHA E BRASIL: ANALISANDO CONTEXTOS, DEMANDAS E PROCESSOS IDENTITÁRIOS”

O Seminário Internacional Ciganos em Portugal, Espanha e Brasil: analisando contextos, demandas e processos identitários realizado nos dias 3 e 4 de junho, no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE – IUL) com o objetivo de promover o intercâmbio de experiências entre romani atuantes na defesa dos direitos humanos, de pesquisadoras e pesquisadores acadêmicos, e representações governamentais. A AMSK/Brasil foi convidada pela Comissão Organizadora composta por pesquisadoras e pesquisadores de Portugal e Brasil – Olga Magano (UAb e CIES-IUL/ISCTE-IUL, Portugal), Maria Manuela Mendes (FAUL e CIES-IUL/ISCTE-IUL, Portugal), Jamilly Cunha (UFPE e NEPE/UFPE, Brasil) e Renato Athias (UFPE e NEPE/UFPE, Brasil) para compor as mesas temáticas “Contextos, ação política e associativa” e “Desafios metodológicos na pesquisa sobre ciganos. Cenário, desenhos de pesquisa e questões metodológicas”. As representantes da AMSK/Brasil, Elisa Costa e Lucimara Cavalcante, apresentaram os trabalhos realizados de…

24 DE MAIO DE 2019

24 DE MAIO OPRÉ ROMÀ VIDA QUE SEGUE
Nos reportamos a ontem. Dia 24 de Maio – uma sexta feira que poderia passar despercebida ou tranquila se não fosse pelo inevitável.
Desde muitos anos, essa data nos leva a Saintes Marie de La Mer, vamos ver o banho de Sara, cantar, rever amigos, saber como andam as coisas mundo afora e falar de resistência. Desde 2006 celebramos o reconhecimento do Brasil, melhor dizendo, a data comemorativa com o Decreto que o Lula sancionou. Desde o ano de 2004 discutimos política e desde 2009, fazemos isso através da AMSK/Brasil, enquanto pessoa jurídica.

é sobre ela...
Esse ano, foi o primeiro ano, que não tivemos tempo, sequer de colocar um cartaz, uma fala, um texto sobre a data. Neste ano nos subdividimos, entre reflexões, esperança, angústias e um pedacinho de carinho.
Bravas guerreiras e guerreiros da AMSK em todo o país e pelo mundo afora. Mais do que nunca temos que comemorar a nossa união e por isso o meu agradecimento a cada um e a cada uma enquanto presi…

PENSE ANTES DE FALAR. NÃO È SOBRE VOCÊ. É SOBRE A RROMÁ

SOBRE OS DIAS DE HOJE

Liberdade. Palavra que consta da roda identitária da Rromá. E ela é longa, antiga, firme e imperiosa. A terceira frase que emoldura a construção da bandeira Rromá de 1971. Essa tal Liberdade é bem mais ampla do que chegamos a imaginar a princípio, porque passa por várias histórias, inúmeros conceitos e a desconstrução do estereótipo, que hoje, infelizmente, terá de ganhar contornos JURÍDICOS.
Quem é você na fila do pão? Quem é você na construção política da Rromá no Brasil? Essa é uma pergunta que fazemos a nós mesmas todos os dias e mais que isso. É lema da AMSK/Brasil e de todas as pessoas, homens e mulheres que fazem parte desta organização. E este é um assunto tão prejudicial que várias organizações da Rromá no mundo estão discutindo.
Não adianta discutir liberdade, sem falar de respeito. Um não existe sem o outro. Quem busca a liberdade como meio de vida, respeita e quem respeita, sempre busca a liberdade. Portanto, se acham bonitinha a bandeira da Rromá, est…

8 DE ABRIL - DIA INTERNACIONAL DO POVO ROM

A 48 anos atrás, cidadãs e cidadãos da Romà de vários países, colocaram em prática, uma reunião que desde meados dos anos 50, com o fim da Segunda grande Guerra Mundial já vinha sendo pensada, entre pares, com um pensamento apenas: Quantos de nós restaram? Onde estão nossos filhos e filhas? Quem sobreviveu. Entretanto, essa reunião, mudaria a história da Romà no MUNDO.
Foto cedida a AMSK/Brasil em 2012 por Juan de Dios Ramiréz Herédia.

Atordoados, largados a própria sorte, excluídos do entendimento de que eram uma etnia e tratados á margem da história brutal do Holocausto, muita coisa havia mudado.
Migrações maiores começaram a acontecer, nomes e sobrenomes foram excluídos ou sistematicamente modificados, adaptações na linguagem, discussão sobre o pertencimento e decisões extremas de sobrevivência foram levadas a cabo. Era preciso permanecer vivo. Muitas famílias não conseguiram imigrar juntas, algumas se recolocaram em outras posições de trabalho, na esperança de enxergarem algo muito …

ALERTA: BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA BPC

É direito de todos e obrigação do estado. Novamente enfrentamos a barreira da desinformação. É preciso fazer circular essas informações. Em especial aos Povos e Comunidades Tradicionais, as pessoas com algum tipo de deficiência e que necessitam do BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA.
Um dos objetivos do ReuneSUAS é informar a quem não tem acesso a informação, a áreas isoladas, comunidades distantes e a todos os Povos e Comunidades tradicionais, aos deficientes, organizações de trabalhadores e entidades.
Nossos idosos precisam ser alertados dos prazos. Familiares e amigos podem dividir e multiplicar essa informação.
VAMOS COMPARTILHAR.



Os membros da AMSK/Brasil fazem parte dessa rede,
Faça você também.

AMSK/Brasil

Conselho dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais do Paraná elege novos membros

O Conselho Estadual de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais (CPICT), vinculado ao Departamento de Direitos Humanos e Cidadania (DEDIHC) da Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (SEJU), realizou nesta quarta-feira (12/12/2018), a convocação da Assembleia Geral Extraordinária para indicação de 12 novos representantes dos povos indígenas e comunidades tradicionais. 
O CPICT/PR é um órgão colegiado, consultivo, deliberativo e fiscalizador, instituído pela Lei 17.425/2012, e tem a finalidade de possibilitar a participação popular em discussões, propostas, elaborações e auxílio na implementação e fiscalização das políticas públicas para o desenvolvimento sustentável dos povos indígenas e comunidades tradicionais que se utilizem da autodefinição ou auto atribuição, segundo a Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho de 2004, como povos e comunidades tradicionais.


Composição – Para compor o CPICT foram indicados os membros de segmentos dos povos indígenas e co…