Pular para o conteúdo principal

Flagantes de Preconceito

A volta dos ciganos, com esse título, um desfile de ignorancia e preconceito por parte do jornalista e do local que abriga a matéria.

http://contraeverso.com.br/foto-legenda-a-volta-dos-ciganos/










Home / Foto Legenda / Foto Legenda – A volta dos Ciganos




Foto Legenda – A volta dos Ciganos

Ciganos em Caraguá 2015 02

Assim como as Estações do Ano, as colheitas e os eventos anuais e tradicionais, os Ciganos estão de volta a cidade. Durante pelo menos um mês a praça do centro estará polvilhada de mulheres de pele bem bronzeada, blusas simples de algodão e saias longas e coloridas, que estarão a cata de qualquer trocado que puderem “tirar” dos pedestres, principalmente os incautos. Primeiro ficam sentadas nos bancos da praça e chamam os pedestres que estão de um lado para outro. Depois pedem para ler a mão e contar sobre o futuro e a sorte. Se o indivíduo não estiver preparado acaba pagando caro ou até comprando as “peças valiosas” que os Ciganos oferecem. No dia desta foto os filhos das Ciganas que tentavam extorquir alguns cobres dos incautos tomavam banho na Fonte Luminosa devido ao forte calor. Sendo assim, tome cuidado, não se aproxime e evite qualquer contato.
ciganos em Caraguá - 2015




Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 51 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 41 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training


Postagens mais visitadas deste blog

COMUNICADO PÚBLICO #VidasRomanyImportam

  COMUNICADO PÚBLICO #VidasRomanyImportam É preciso dizer #Dosta #Basta   A Union Romani Iternactional – IRU/ Office Agency Brazil , por meio do escritório da AMSK/Brasil e de seus delegados/membros do Brasil e da Argentina, AICRON/Brasil, Observatorio de Mujeres Gitanas/AR - BR, Leshjae Kumpanja, ZOR/AR, Federação Romani e Academia de Letras Romani, Urban Nômades e suas representações estaduais , vem por meio desta expressar sua preocupação com a escalada de violência que está acontecendo no estado da Bahia desde o dia 13 de julho de 2021 – no município de Vitória da Conquista e redondezas.   #VidasRomanyImportam  #RomanyLivesImport   “São dias de terror” dizem alguns, outros relatam cenas de chacina, pavor e queima de carros e casas. No meio desse estouro de mais um episódio de violência, estão: um adolescente, mulheres vítimas de arma de fogo, crianças e idosos. Precisamos falar das manchetes midiáticas que retiram a identidade dessas pessoas e coaduna

#VidasRomanyImportam

 Sobre o caso: VITÓRIA DA CONQUISTA/BA Hoje, dia 19 julho de 2021 várias reuniões aconteceram e espera-se que tudo corra bem. As perseguições aos dois cidadãos acusados da morte dos dois policiais no dia 13/07 continua e foram elencados como criminosos mais seis membros da mesma família. Várias barreiras foram feitas. Consta também que várias pessoas pertencentes a família dos acusados, seguem presos... OPERAÇÃO MARTINELLI - esse é o nome apresentado de uma operação que começou ano passado, segundo a SSP/BA... https://agenciasertao.com/2021/07/19/policia-ainda-procura-por-seis-envolvidos-em-assassinatos-de-pms-na-zona-rural-de-vitoria-da-conquista/ https://agenciasertao.com/2020/07/16/operacao-prende-acusados-de-participar-do-assassinato-de-irmaos-em-carinhanha/ https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/07/29/homem-suspeito-de-integrar-quadrilha-apontada-como-responsavel-por-morte-de-irmaos-e-preso-na-ba.ghtml Pelo que se pode observar, foram: 2 Policiais mortos; 4 irmãos mortos (send

DOSTA/BASTA - COMUNICADO PÚBLICO - #VidasRomanyImportam

 " Ciganos Matam" "Ciganos executam dois policiais" "Ciganos reagem e são socorridos" "Ciganos morrem em confronto com a polícia" Policiais recebem menção de "Elogio" pelo auto de resistência de três ciganos ...  Vitória da Conquista 29 de julho de 2021. Total de "Ciganos Mortos: 8" Justiça ou vingança? Do dia 13 de julho de 2021 até o dia 30 de julho de 2021 - Oito irmãos de uma mesma família foram mortos em confronto com a polícia. Dizemos 8, porque ninguém quer se responsabilizar por Moraes (13 anos), executado no dia 14/07/2021, em uma farmácia no centro da cidade de Vitória da Conquista/BA. Nesta semana última, as falas são sobre pacificação. Falas das mais variadas autoridades.    Pacificar sobre tantos corpos?  Vivos ou mortos? A coisa já virou, já foi ... já estão mortos ...  Respondemos. Impacientes, tristes, confusos, acuados e com medo. Poderíamos falar de mais uma morte, uma que ninguém fala, que não aparece. Da m