AMSK/BRASIL PARTICIPA DA XIV RMAAM




A Reunião de Ministras e Altas Autoridades da Mulher - RMAAM é a instância de diálogo entre as máximas autoridades da mulher no âmbito do Mercosul e tem entre suas principais funções assessorar e propor ao Conselho do Mercado Comum (CMC) medidas, políticas e ações voltadas para as mulheres.
Com a presença de delegações da Argentina, Paraguai e Uruguai nos dias 20 a 22 de novembro, em Brasília, Distrito Federal, o governo brasileiro realizou a XIV Reunião de Ministras e Altas Autoridades de Mulheres do Mercosul (RMAAM) sob a coordenação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.
A abertura da XIV RMAAM com o Seminário Violência Política Contra as Mulheres para as discussões sobre os desafios e superação da mulher na política. Na oportunidade, o governo brasileiro lançou a campanha de mobilização das mulheres para o ingresso na política que estimula eleger pelo ao menos uma mulher em cada Câmara Municipal Legislativa do país nas eleições municipais em 2020.
Nos dias 21 e 22 de novembro dedicados as pautas de discussão técnica na aplicação de políticas públicas sobre as temáticas de a inserção dos direitos da mulher no comércio exterior, a autonomia econômica, a participação política, e o combate à todas as formas de violência. Participaram desse momento como representantes do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM): Lucimara Cavalcante, da AMSK/Brasil e Sonia Zerino, da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria (CNTI).
A sociedade civil organizada teve no dia 22 de novembro o momento para apresentar considerações aos temas abordados na reunião. A representante da AMSK/Brasil apresentou as questões afetas ao preconceito, discriminação e racismo elencados as mulheres romani, e os avanços e desafios na aplicação das políticas públicas setoriais e de direitos no Brasil para o Povo Rom. Solicitou as Ministras e Altas Autoridades do Mercosul o cumprimento da Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho para elaboração de ações conjuntas com as mulheres indígenas, afrodescentes e romani na efetivação de políticas com a abordagem intercultural e com equidade.

A AMSK/Brasil agradece o convite da Presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) e Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM), Cristiane Britto, e pela oportunidade no acompanhamento das pautas de discussões políticas internacionais de garantia dos direitos das mulheres promovidas na XIV RMAAM do Mercosul. 

MOMENTOS



Postagens mais visitadas deste blog

Porrajmos – O Holokausto Romani

AS DORES QUE O TEMPO NÃO DEVE APAGAR

NOTA DE REPÚDIO -