MULHERES, EDUCAÇÃO E RESISTÊNCIA I: POESIAS, COMENTÁRIOS E IMPORTÂNCIA DO ACESSO AO CONHECIMENTO


No primeiro encontro do "Mulheres, Educação e Resistência I " organizado pela AMSK/Brasil junto ao Observatorio de Mujeres Gitanas, temos as falas das phrala, irmãs, Elizabeth Martinho e Voria Stefanovsky, falando sobre Poesias Romani e a importância do acesso ao conhecimento.

Neste 8 de março alçamos voz de nossa história, escrita, falada e de nosso território simbólico, Oprè Romnia!

Elisabete Martinho: professora alfabetizadora, especializada na alfabetização de pessoas com deficiência, aposentada pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, integrante da Comissão Permanente de Direito ao Trabalho, à Educação e à Seguridade Social do Conselho Nacional de Direitos Humanos do Brasil. Romi Kalderasha , representando a AMSK/Brasil.

Voria Stefanovsky: doutora em literatura, especializada em Literatura Romani, diretora do Observatorio de Mujeres Gitanas, mulher Romani Sinti, ativista pelos direitos das mulheres romani e pelos direitos humanos. Foi considerada a primeira mulher romani doutora na América Latina com sua tese de doutorado Juncos ao Vento: literatura e identidade romani (cigana).


Postagens mais visitadas deste blog

HOLOCAUSTO, HOLOKOSTO OU HOLOKAUSTO ROMANI - 02 DE AGOSTO DE 1944

COMUNICADO PÚBLICO #VidasRomanyImportam

Porrajmos – O Holokausto Romani