Pular para o conteúdo principal

DIA NACIONAL DO CIGANO, 24 DE MAIO, O QUE CELEBRAR?



O Dia Nacional do Cigano, 24 de maio, instituído pelo Decreto Presidencial de 25 de maio de 2006.




Esse marco legal é o reconhecimento do governo brasileiro da autodeterminação identitária cultural do Povo Romani (ciganos) após séculos de negação a nossa existência no território do Estado-nação. Pois, os primeiros romani degredados de Portugal, registro oficial, data de 1562 [VASCONCELOS, Marcia; COSTA, Elisa. Datas de celebração e luta pelos direitos dos Povos Romani (Ciganos); p.7]. E a cultura de um povo resistiu a todas as adversidades impostas pela classe dominante por meio de Cartas de Leis, Decretos, Alvarás, Cartas Régias, Leis e Decisões imperiais.
Resilientes, resistentes e sobreviventes em um Estado-nação regido pela dinâmica política, econômica e social contínua de promoção da desigualdade social e desrespeito a cultura dos povos étnicos - indígenas, romani, africanos - existentes no país.
O que celebrar no Dia Nacional do Cigano quando há identificados Romani entre as 341.048 pessoas infectadas pela doença COVID-19 e também entre as 21.682 mortes ocorridas em 23 maio?
O que celebrar no Dia Nacional do Cigano quando nos deparamos com a fala que expressa o sentimento colonialista do Ministro de Estado da Educação do governo brasileiro que defende uma única cultura e um único povo no país:

“Odeio o termo ‘povos indígenas’, odeio esse termo. Odeio. O ‘povos ciganos’. Só tem um povo nesse país. Quer, quer. Não quer, sai de ré. É povo brasileiro, só tem um. Pode ser preto, pode ser branco, pode ser japonês, pode ser descendente de índio, mas tem que ser brasileiro, pô! Acabar com esse negócio de povos e privilégios”. Vídeo da fala disponível em https://videos.bol.uol.com.br/video/weintraub-odeio-o-termo-povos-indigenas-quer-quer-nao-quer-sai-de-re-04024D99396AE4B96326

Nesse sentido, o dia 24 de maio de 2020 relembraremos os feitos daquelas e daqueles que retornaram para casa. E continuaremos na resistência àqueles que querem nos aprisionar em um mundo sem dignidade humana.

No Dia Nacional do Povo Romani (ciganos), dia 24 de maio,
Não há poesia,
há existência,
resistência e sobrevivência.
Se fere a nossa existência: Resistimos.





Os governos passam e nós pertencentes ao Povo Romani permanecemos!


@AbrahamWeint, o senhor até pode nos odiar, não podemos lutar contra os seus sentimentos. Mas, não deixaremos de ser POVO. Nós resistimos ao #HoloKaustoRroma, o senhor não passa de fumaça, a história lhe reservará o esgoto.
AMSK/Brasil

Postagens mais visitadas deste blog

COMUNICADO PÚBLICO #VidasRomanyImportam

  COMUNICADO PÚBLICO #VidasRomanyImportam É preciso dizer #Dosta #Basta   A Union Romani Iternactional – IRU/ Office Agency Brazil , por meio do escritório da AMSK/Brasil e de seus delegados/membros do Brasil e da Argentina, AICRON/Brasil, Observatorio de Mujeres Gitanas/AR - BR, Leshjae Kumpanja, ZOR/AR, Federação Romani e Academia de Letras Romani, Urban Nômades e suas representações estaduais , vem por meio desta expressar sua preocupação com a escalada de violência que está acontecendo no estado da Bahia desde o dia 13 de julho de 2021 – no município de Vitória da Conquista e redondezas.   #VidasRomanyImportam  #RomanyLivesImport   “São dias de terror” dizem alguns, outros relatam cenas de chacina, pavor e queima de carros e casas. No meio desse estouro de mais um episódio de violência, estão: um adolescente, mulheres vítimas de arma de fogo, crianças e idosos. Precisamos falar das manchetes midiáticas que retiram a identidade dessas pessoas e coaduna

DIA DA RESISTÊNCIA ROMANI - 16 de Maio

Sinti e Roma sempre lutaram contra a privação de seus direitos e seu registro “racial” desde o início. Eles protestaram contra leis discriminatórias e tentaram obter a libertação de membros da família deportados através de petições ou intervenção pessoal. “Muitos dos nossos homens estavam na Grande Guerra e lutaram pela pátria, assim como por qualquer outra. No entanto, o Dr. Portschy não considerou isso. Dr. Portschy tirou todos os nossos direitos civis ... Sempre fomos católicos romanos e, portanto, vejo-me forçado a apresentar uma queixa de todos nós nos mais altos cargos do governo do Reich. ”(Carta de protesto de Franz Horvath de Redlschlag ao governo do Reich datado de 12.5.1938) Nota: Tobias Portschy, primeiro Gauleiter de Burgenland, foi uma das forças motrizes da “política racial” dirigida aos Sinti e Roma depois do “Anschluß” da Áustria. Poucas semanas depois de escrever a carta, Franz Horvath, 63 anos, foi preso como “manifestante” e deportado para o campo de con

#VidasRomanyImportam

 Sobre o caso: VITÓRIA DA CONQUISTA/BA Hoje, dia 19 julho de 2021 várias reuniões aconteceram e espera-se que tudo corra bem. As perseguições aos dois cidadãos acusados da morte dos dois policiais no dia 13/07 continua e foram elencados como criminosos mais seis membros da mesma família. Várias barreiras foram feitas. Consta também que várias pessoas pertencentes a família dos acusados, seguem presos... OPERAÇÃO MARTINELLI - esse é o nome apresentado de uma operação que começou ano passado, segundo a SSP/BA... https://agenciasertao.com/2021/07/19/policia-ainda-procura-por-seis-envolvidos-em-assassinatos-de-pms-na-zona-rural-de-vitoria-da-conquista/ https://agenciasertao.com/2020/07/16/operacao-prende-acusados-de-participar-do-assassinato-de-irmaos-em-carinhanha/ https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/07/29/homem-suspeito-de-integrar-quadrilha-apontada-como-responsavel-por-morte-de-irmaos-e-preso-na-ba.ghtml Pelo que se pode observar, foram: 2 Policiais mortos; 4 irmãos mortos (send