NOTA PÚBLICA DO CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DA MULHER



NOTA PÚBLICA

O CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DA MULHER - CNDM instância máxima de formulação, deliberação e controle das políticas públicas para as mulheres na esfera federal, criado pela Lei nº 7.353, de 29 de agosto de 1985, e regulamentado pelo Decreto nº 6.412, de 25 de março de 2008,
CONSIDERANDO a competência de participar na elaboração de critérios e parâmetros para o estabelecimento e implementação de metas e prioridades que visem a assegurar as condições de igualdade às mulheres;
CONSIDERANDO a atribuição de acompanhar, analisar e apresentar sugestões em relação ao desenvolvimento de programas e ações governamentais e a execução de recursos públicos para eles autorizados;
CONSIDERANDO a alçada de propor estratégias de ação visando ao acompanhamento, avaliação e fiscalização das políticas públicas de igualdade para as mulheres, desenvolvidas em âmbito nacional, bem como a participação social no decisório relativo ao estabelecimento das diretrizes dessas políticas;
Vem à público:
Divulgar e informar a toda a sociedade (RESSALTAR) que o CNDM não tem sido chamado (consultado) pela atual gestão do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para exercer as funções para a qual ele foi criado na formulação, proposição, acompanhamento para  lançamentos de campanhas, documentos técnicos, dados e informações sobre a violência doméstica e familiar dentre outras iniciativas deste ministério pertinentes ao conselho.
RECONHECER que essa prática é uma privação às conselheiras eleitas de atuar no controle social de políticas  públicas para as mulheres e configura-se um grave descumprimento ao Decreto supra citado e ao Regimento interno do CNDM.
MANIFESTAR-SE pela defesa intransigente ao imediato cumprimento da finalidade e da competência do CNDM.

Brasília, 13 de fevereiro de 2020.

Pleno do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, em sua 58º Reunião Ordinária.


Postagens mais visitadas deste blog

HOLOCAUSTO, HOLOKOSTO OU HOLOKAUSTO ROMANI - 02 DE AGOSTO DE 1944

COMUNICADO PÚBLICO #VidasRomanyImportam

Porrajmos – O Holokausto Romani