Pular para o conteúdo principal

AMSK PARTICIPA DO VII CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ANTROPOLOGIA – APA 2019


O VII Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia – APA 2019 realizado nos dias 4 a 7 de junho, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, reuniu docentes, discentes e sociedade civil de vários países para o intercâmbio de conhecimentos e experiências.
A AMSK/Brasil representada por Elisa Costa e Lucimara Cavalcante participaram das atividades do evento que propiciaram a divulgação dos estudos e pesquisas realizados sobre o Povo Rom do Brasil. Também oportunizou o diálogo em particular com o Prof. Dr. Boaventura Sousa Santos e o Prof. Dr. João de Pina-Cabral, momento em que a AMSK/Brasil chama atenção dos pesquisadores para incluírem em suas falas as questões afetas aos Roma da Europa e da América Latina. Os pesquisadores agradeceram a intervenção e se comprometeram em promover as reflexões sobre a discriminação, o racismo e a romafobia no âmbito de suas participações em eventos.
No dia 6 de junho, Jamilly Cunha (Doutoranda PPGA/UFPE) e Lucimara Cavalcante (AMSK/Brasil) apresentaram comunicação no Painel 068 Educação, formação e mediação intercultural em sociedades em mudança - entre a teoria e a prática, coordenado pela Profa. Dra. Manuela Mendes [Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL); Faculdade de Arquitetura, Universidade de Lisboa], e debatedora Profa. Dra. Olga Magano [Universidade Aberta (UAb); Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)].
A comunicação Povos Ciganos no Brasil: uma discussão acerca do acesso ao sistema de ensino e de uma proposta de "educação intercultural” promoveu o conhecimento das ações do Estado brasileiro frente as demandas dos romani ao reconhecimento identitário cultural e ao acesso à educação escolar sem discriminação e racismo institucional.
O Painel 068 promoveu o intercâmbio de conhecimentos e boas práticas de educação intercultural - elemento essencial na construção de sistemas que buscam equidade e o reconhecimento dos diferentes grupos e minorias socioculturais - realizadas por ONG’s, educadores, sociólogos e antropólogos de Portugal, Brasil e Angola.
Saiba mais... Acesse... http://apa2019.apantropologia.org/

MOMENTOS










Postagens mais visitadas deste blog

Porrajmos – O Holokausto Romani

O CRESCIMENTO DA @RROMAFOBIA E DO @ANTIGITANISMO NA EUROPA E AMÉRICA LATINA



Após passados 75 anos da noite de 02 de agosto de 1944, Auschwitz ainda continua vivo, com suas câmaras de gás, seus fornos humanos.
A deflagração da guerra trouxe mais restrições aos ciganos e, em 16 de dezembro de 1942, Himmler ordenou a deportação de todos os "ciganos, mestiços, ciganos romanos e membros de tribos ciganas de origem balcânica com sangue não alemão" para um campo de concentração. Uma ordem do Escritório Central de Segurança da SS Reich, de 20 de janeiro de 1943, especificava que eles seriam deportados para o campo de concentração (campo cigano) de Auschwitz.
Rainer Schulze O texto acima é do professor de História Européia Moderna  na Universidade de Essex e programador da  Semana Holocausto do Memorial da Universidade de Essex.
Entretanto cuidado, pode facilmente ser confundida com os dias de hoje. Não faltam semelhanças. Pelo ao menos duas realidades foram vivenciadas pela Rromá no…

PESQUISA ... ALTERA 7ª Edição

AMSK/Brasil

AMSK E A COMISSÃO DE DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL – SECCIONAL RONDÔNIA REALIZAM DIÁLOGOS SOBRE A RESOLUÇÃO 181/2016 DO CONANDA

A Associação Internacional Maylê Sara Kalí (AMSK/Brasil), o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente (CONANDA), Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério dos Direitos Humanos, e Ministério dos Direitos Humanos, realizou no dia 27 de novembro de 2018, o workshop Diálogos entre redes e fóruns de promoção e proteção dos direitos da criança e adolescente: perspectivas e desafios a partir da resolução nº 181/2016 do CONANDA, em parceria com a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia e a Casa de Cultura Ilê Asé D’Osoguiã (CCIAO). O evento realizado no Auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia teve a participação de representações do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente Estadual e Municipal, de movimentos sociais e organizações da sociedade civil atuantes na defesa dos direitos de crianças e adolescentes, e de profissionais da rede pública de promoção e prote…