Pular para o conteúdo principal

REDE NACIONAL DA PRIMEIRA INFANCIA - RNPI

  
Boletim RNPI | Edição 17 | Dezembro de 2016

Assembleia da RNPI reúne organizações de todo o Brasil e debate contexto político e ações para 2017

Crise financeira e PEC 55, que prevê congelamento dos investimentos no campo do desenvolvimento social; programa Criança Feliz, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, implementação do Marco Legal da Primeira Infância e dos Planos Municipais pela Primeira Infância. Estes foram alguns dos temas debatidos na Assembleia de 2016 da Rede Nacional Primeira Infância, que reuniu mais de 50 organizações governamentais e não-governamentais, em novembro, no Rio de Janeiro. O objetivo principal foi apresentar o balanço das atividades em 2016 e determinar ações em rede para 2017. Outro destaque foi a eleição de novos integrantes do Grupo Gestor da RNPI, que terão mandato até o fim de 2019. Confira
Atiidades e debates da Assembleia 2016 reforçaram a diversidade, participação e horizontalidade da Rede

>"Criança é Prioridade" reedita Guia dos Planos Municipais pela Primeira Infância

Fim de ano, as prefeitas e prefeitos recém-eleitos se preparam para assumir novos mandatos. E graças à mobilização de diversas organizações que fizeram incidência junto aos candidatos, parte dos novos gestores está empenhada em garantir os direitos das crianças na primeira infância. Nesse contexto, a campanha "Criança é Prioridade" entra em sua segunda etapa, e está preparando a reedição do "Guia para elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância (PMPI)", como apoio para políticas públicas voltadas às crianças. A previsão de lançamento é no início de 2017. Confira

>RNPI apresenta posicionamento sobre “Criança Feliz” ao ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra

No dia 22 de novembro, a Secretaria Executiva da Rede Nacional Primeira Infância participou de audiência com o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, onde apresentou um documento com a posição da RNPI sobre o programa “Criança Feliz”. Claudius Ceccon, coordenador da S.E / CECIP – Centro de Criação de Imagem Popular, e Vital Didonet, assessor legislativo da S.E., participaram do encontro e apresentaram os parâmetros técnicos acordados pela RNPI sobre o programa do Governo Federal, criado pelo Decreto Presidencial nº 8.869, em outubro. Confira

>Rede Nacional Primeira Infância lança nova identidade visual, criada coletivamente

Perto de comemorar 10 anos de existência, a Rede Nacional Primeira Infância acaba de ganhar uma nova identidade visual, com uma logomarca assinada pelo cartunista Claudius Ceccon e construída a muitas mãos. A nova logo traz a presença e importância da diversidade das infâncias brasileiras em todo o território, cuja defesa dos direitos é a grande motivação da nossa Rede. A elaboração da nova logo contou com a participação decisiva das organizações integrantes, que não só votaram na marca vencedora como sugeriram mudanças à proposta original. Confira

>Campanha "Natal das Dádivas" propõe celebração de fim de ano com mais presença e menos consumismo

Dádiva, do latim dativa, significa doação ou presente, aquilo que se dá ou se recebe gratuitamente. O termo também é usado com o sentido de presente divino ou graça. E pensando nesses valores, a Rede Brasileira Infância e Consumo lança a campanha Natal das Dádivas, com o objetivo de dar outro sentido para a data, com menos consumismo e mais presença e doação. Vamos repensar nossos hábitos e incentivar ações que respeitem a infância, as relações entre as pessoas, a cultura de paz e a natureza? Vamos reunir ideias que possam mudar a forma como comemoramos o Natal? Confira

Curtinhas!

>O documentário “O Começo da Vida” ganhou um portal completíssimo, com pílulas do filme e conteúdo inédito sobre primeira infância.
>UNICEF e o Governo do Estado do Amapá constroem o Plano Estadual pela Primeira Infância participação das crianças.
>Ministério da Saúde oferece curso online e gratuito voltado aos homens sobre paternidade ativa, que aborda os impactos positivos da participação do homem no desenvolvimento das crianças e na igualdade de gênero.
>Documentário feito por especialistas em participação infantil registra vozes de crianças nos EUA e África.
>Caderno Legislativo sobre publicidade infantil é lançado pelo projeto Criança e Consumo, e está disponível online.
>Artigo da EBBS sobre ‘ambiente facilitador à vida’ é publicado em edição americana de livro da OPAS.
>Quarta edição do livro AMAMENTAÇÃO - bases científicas é lançada durante Encontro Nacional de Aleitamento Materno.

Agenda

Cursos, congressos, seminários e eventos sobre infância, direitos das crianças e políticas públicas voltadas à elas. Mande sua sugestão pra gente!
Parceiros Institucionais
Secretaria Executiva RNPI - 2015/17

Postagens mais visitadas deste blog

CONANDA E CNAS PRESTAM HOMENAGEM AO DIA NACIONAL DO POVO ROM – OS ASSIM CHAMADOS CIGANOS

No dia 24 de maio se celebra o Dia Nacional do Povo Rom – os assim chamados ciganos – do Brasil, instituído peloDecreto Presidencial de 26 de maio de 2006.
Conselheiras/os do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente (CONANDA), reunidos na 272ª Assembleia Ordinária, em Brasília - DF, prestam homenagem aos romani (ciganas e ciganos) do país, e parabenizaram a Associação Internacional Maylê Sara Kalí (AMSK/Brasil), entidade da sociedade civil membro do CONANDA, pelos trabalhos realizados na defesa e garantia dos direitos humanos. A Conselheira Lucimara Cavalcante, representante da AMSK/Brasil, destacou as conquistas e os desafios para ação afirmativa ao Povo Rom (ciganos) do país, e disponibilizou a publicação “Datas de celebração e luta pelos direitos dos Povos Romani (Ciganos)” aos participantes.

Conselheiras/os do Conselho Nacional da Assistência Social (CNAS), reunidos na 264ª Reunião Ordinária, em Porto Alegre - RS, prestam homenagem aos romani do país, e em especial a…

13 de julho: 28 ANOS DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

A política nacional da criança e do adolescente, que se baseia no artigo 227 da Constituição Federal de 1988 e na Lei Federal n° 8.069/1990 – Estatuto da Criança e do Adolescente. A partir desses instrumentos e em conformidade com a Convenção sobre os Direitos da Criança aprovada no âmbito das Nações Unidas em 1989, promulgada no Brasil pelo Decreto nº 99.710, de 21 de novembro de 1990, crianças e adolescentes passaram a ser reconhecidos como sujeitos de direitos (e não mais como meros objetos de intervenção), respeitadas sua condição peculiar de pessoa em desenvolvimento, a prevalência de seu interesse superior, a indivisibilidade de seus direitos e sua prioridade absoluta nas políticas públicas (PPA 2016-2019, p.104). Resguardar os direitos fundamentais da criança e do adolescente requer que os órgãos públicos e as organizações da sociedade civil, que integram o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente (SGD), exerçam suas funções, em rede, a partir de três eixos e…

DIA DA RESISTÊNCIA ROMANI - 16 de Maio

Sinti e Roma sempre lutaram contra a privação de seus direitos e seu registro “racial” desde o início. Eles protestaram contra leis discriminatórias e tentaram obter a libertação de membros da família deportados através de petições ou intervenção pessoal.
“Muitos dos nossos homens estavam na Grande Guerra e lutaram pela pátria, assim como por qualquer outra. No entanto, o Dr. Portschy não considerou isso. Dr. Portschy tirou todos os nossos direitos civis ... Sempre fomos católicos romanos e, portanto, vejo-me forçado a apresentar uma queixa de todos nós nos mais altos cargos do governo do Reich. ”(Carta de protesto de Franz Horvath de Redlschlag ao governo do Reich datado de 12.5.1938) Nota: Tobias Portschy, primeiro Gauleiter de Burgenland, foi uma das forças motrizes da “política racial” dirigida aos Sinti e Roma depois do “Anschluß” da Áustria. Poucas semanas depois de escrever a carta, Franz Horvath, 63 anos, foi preso como “manifestante” e deportado para o campo de concentração de …