6ª MARCHA DAS MARGARIDAS: LUTA POR UM BRASIL COM SOBERANIA POPULAR, DEMOCRACIA, JUSTIÇA E LIVRE DE VIOLÊNCIA


Mulheres do campo, da floresta e das águas vindas de todas as regiões do Brasil se reúnem de quatro em quatro em Brasília, Distrito Federal, para a mobilização nacional em prol dos direitos das mulheres.
A Marcha das Margaridas foi criada para celebrar a trajetória de luta e conquistas de Margarida Maria Alves, mulher negra e presidente do Sindicato Rural de Alagoa Grande, Paraíba. Durante dez anos ela ajudara promover mais de 600 ações trabalhistas contra usineiros e donos de engenhos na região da Paraíba. O êxito de suas ações em defesa dos direitos trabalhistas lhe custou a vida. Margarida foi assassinada na porta de sua casa na frente do marido e filho.
A 6ª Marcha das Margaridas realizada nos dias 13 e 14 em Brasília, Distrito Federal contou com ampla programação de debates e capacitação sobre os direitos das mulheres. A edição deste ano foi desenvolvida sobre o tema “A Agroecologia e o Enfrentamento da Violência Contra a Mulher no Campo”.
A AMSK/Brasil participou do evento somando-se ao ato dos manifestos dessas mulheres por direitos à terra, segurança, saúde, educação, assistência social e trabalho condigno.
A conformação política instaurada no país tem promovido cortes orçamentários e financeiros de programas de direitos fundamentais à população brasileira. Promove perda dos direitos no atendimento à saúde pelo Sistema Único de Saúde, dos benefícios socioassistenciais pelo Sistema Único da Assistência Social, o acesso a educação gratuita pelo Sistema de Ensino, e de benefícios trabalhistas pela Previdência Social.
“NÓS SOMOS TODAS MARGARIDAS”
Agimos em defesa da dignidade humana da população brasileira.
A AMSK/Brasil parabeniza Mazé Morais, Secretária de Mulheres da CONTAG e coordenadora da Marcha das Margaridas, e todas e todos que contribuíram para o êxito da 6ª Marcha das Margaridas.



MOMENTOS


Postagens mais visitadas deste blog

Porrajmos – O Holokausto Romani

AS DORES QUE O TEMPO NÃO DEVE APAGAR

NOTA DE REPÚDIO -