O POVO INVISÍVEL: OS CIGANOS E A EMERGÊNCIA DE UM DIREITO LIBERTADOR

No dia 1 de março de 2016, Priscila Paz Godoy, pesquisadora em direitos humanos e cidadania, com o apoio da Editora D’Plácido, realizou em Brasília – DF o lançamento do livro O Povo Invisível: Os Ciganos e a Emergência de um Direito Libertador, fruto de sua pesquisa de dissertação de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania da Universidade de Brasília.

A pesquisa revela informações sobre a história de discriminação e racismo, e das violações dos direitos humanos dos povos romani (ciganos), em especial descreve a experiência de luta e a conquista dos direitos da comunidade Calon do Bairro São Gabriel, de Belo Horizonte do estado de Minas Gerais, liderada pelo Sr. Carlos Amaral, que teve como resultado o reconhecimento dos seus direitos a certificação de área pública, e a certificação de patrimônio cultural imaterial de sua comunidade. O livro pode ser adquirido pelo site www.editoraplacido.com.br. Informações pelo telefone 31 3261 2801.

Membros da AMSK/Brasil, o Sr. Carlos Amaral e pessoas de etnia romani estiveram presentes no lançamento do livro, momento em que agradeceram a Profa. Priscila Godoy com a música e a dança romani pelo empenho em registrar a história de luta de uma comunidade Calon pelos seus direitos humanos.



O evento contou com a presença do Secretário Especial de Direitos Humanos do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Rogério Sottili, oportunizando o diálogo com o Sr. Carlos Amaral e com os demais romani.



 


A AMSK/Brasil considera que a informação é o instrumento fundamental para superação do preconceito, do racismo e da discriminação aos povos romani.


Postagens mais visitadas deste blog

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

PROJETO KALINKA PROMOVE AULA TEMÁTICA AOS DISCENTES DO CURSO DE SAÚDE COLETIVA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

24 DE MAIO - DIA NACIONAL DO POVO ROM (os assim chamados ciganos)