CONSULTA NACIONAL DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES CIGANAS


Nos dias 1 a 3 de março de 2016, Brasília – DF, a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) realizou a Consulta Nacional de Políticas para as Mulheres Ciganas, como preparação para apresentação de propostas a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (4ª CNMP) que traz como tema: Mais direitos, participação e poder para as Mulheres.



Pela primeira vez o governo brasileiro tem a iniciativa de promover a inclusão das mulheres romani (ciganas) no processo de construção política para as mulheres do país, sendo considerado um marco histórico.
Romi Lovara e Kaldarash
 O evento teve a participação de mulheres romani (ciganas) de etnia Kaldarash, Lovara e Calon, momento em que apresentaram as questões afetas ao enfrentamento as violações de direitos humanos, e propostas para atendimento das necessidades prementes nas áreas de saúde e educação.
Foto: Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres


A consulta foi orientada em 4 Eixos Temáticos:

1. Contribuição dos Conselhos de Direitos da Mulher e dos Movimentos Feministas e de Mulheres para a efetivação da Igualdade de Direitos e Oportunidades.
2. Estruturas Institucionais e Políticas Desenvolvidas para Mulheres no âmbito municipal, estadual e federal: avanços e desafios.
3. Sistema Político com Participação das Mulheres e Igualdade.
4. Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres.


A AMSK/Brasil apresentou a proposta de criação do Fórum Nacional de Políticas para as Mulheres Ciganas, sendo aprovada pelas participantes, como mecanismo ao fortalecimento do diálogo entre as mulheres romani e as gestoras/es públicos, a fim de traçar estratégias de ação à elaboração de políticas públicas de promoção a melhoria de suas condições de vida, inclusão social e cidadania.

Durante o evento para nossa grata surpresa a Assessora Especial da Coordenação de Diversidade da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Janaína Barbosa, anunciou que em face de a demanda das mulheres romani, o Fórum Nacional será criado e com possível lançamento no próximo mês de junho.

Foram eleitas 7 delegadas para a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres a se realizar em Brasília – DF nos dias 10 a 13 de maio de 2016. E a AMSK/Brasil compõe o grupo das delegadas.

O encerramento do evento foi uma confraternização entre as mulheres romani e as mulheres com deficiência que também tiveram nos mesmos dias 1 a 3 de março, pela primeira vez a realização da consulta  nacional de políticas para as mulheres com deficiência. Momento em que as romi Kaldarash e Lovara expressaram seus agradecimentos com a música e a dança romani.



A AMSK/Brasil trabalha para que cada vez mais as mulheres romani tenham acesso a informação e sejam incluídas nos espaços de discussão e elaboração de políticas públicas para as mulheres do país.

Saiba mais acesse:
Mulheres com deficiência e ciganas elegem as delegadas que vão representá-las na 4ª CNPM

Postagens mais visitadas deste blog

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

24 DE MAIO - DIA NACIONAL DO POVO ROM (os assim chamados ciganos)

MANIFESTO EM DEFESA DO BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA – BPC