I FÓRUM INTERNACIONAL DE CUIDADOS ALTERNATIVOS


I FÓRUM INTERNACIONAL DE CUIDADOS ALTERNATIVOS
pelo direito à convivência familiar e comunitária de crianças, adolescentes e jovens.
De 19 a 20 de maio – São Paulo SP


A AMSK\Brasil, esteve presente, para fazer valer a voz das crianças invisíveis. Um evento que reuniu mais de 500 pessoas com um só objetivo. Fazer valer nossas crianças, seu futuro e principalmente; juntar forças para que o cuidado seja de fato, o legado para toda uma vida.

Muito mais ainda virá, aqui uma pequena lembrança e confesso um sonho antigo realizado; ouvir e conversar com Leonardo Boff.

Breve Contexto do Fórum A Aldeias Infantis SOS se propõe a apoiar, nos 134 países em que está presente, as Diretrizes da ONU de Cuidados Alternativos de Crianças, Adolescentes e Jovens. Para tanto, a Organização desenvolveu uma estratégia de Advocacy, com a Campanha intitulada “CARE FOR ME!”. As Diretrizes são referência internacional e os países têm o compromisso de implementar os princípios e orientações deste documento com um enfoque de direitos inovador na área da criança e adolescente. A Campanha “CARE FOR ME!”1 serve como estratégia de mobilização e comunicação de um tema que é prioritário em nossos dias: o Cuidado. Este cuidado é entendido no campo das relações cotidianas entre a criança e o adolescente com sua família, vizinhos, comunidade, escola e outros ambientes. Neste sentido, a Campanha aponta este tema gerador, relacionado ao cuidado e suas formas, que qualificará e muitas vezes inaugurará a discussão e a sensibilização da sociedade e das redes de serviços e ações que trabalham com crianças e adolescentes no Brasil inteiro. A Campanha no Brasil terá um desenho diferente e inovador porque o nosso país tem marcos legais avançados e de referência internacional. Para isso, a Aldeias Infantis SOS e o NECA, parceiros na defesa dos direitos de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária, definiram que a Campanha terá um “layout” e estratégia de mobilização diferenciados dos outros países. O diferencial está na identificação de expertos e líderes no tema e na construção coletiva do Plano Estratégico da Campanha com este grupo. Assim, a perspectiva é trabalhar de forma colegiada, para que a Campanha assuma o papel de um movimento amplo, com a participação efetiva de Organizações, Entidades e Redes. O Comitê Gestor da Cuida Bem de Mim! é formado pelas Organizações: Aldeias Infantis SOS Brasil, Berço de Cidadania, Flacso, Fundação Abrinq/ Save the Children, Instituto Fazendo História, NECA, Plan Internacional e Rede Não Bata, Eduque!. Este comitê tem como principal objetivo a definição e monitoramento dos resultados. O Fórum é um espaço privilegiado para o lançamento da Campanha no Brasil e para a mobilização da sociedade frente à questão do cuidado como um processo político, pedagógico e cotidiano no âmbito dos direitos humanos de crianças e adolescentes. E trará para o campo da reflexão e das boas práticas a perspectiva de um novo paradigma voltado para o “bem cuidar”. Segundo o escritor Leonardo Boff, “Cuidado é uma atitude de relação amorosa, suave, amigável, harmoniosa e protetora para com a realidade pessoal, social e ambiental”. Neste ano, comemoramos no Brasil os 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. E com estas questões acima apresentadas, temos motivo para nos encontrarmos e mobilizarmos outras pessoas. Cada participante e convidado é parte desta teia de intenções e práticas significativas para a vida de crianças e adolescentes que perderam ou estão em risco de perder o cuidado parental. Esperamos que o Fórum seja, efetivamente, espaço de reflexão, aprimoramento, aprendizagem e de consolidação dos princípios da proteção integral de crianças, adolescentes e jovens.

1 O nome da Campanha internacional é “CARE FOR ME!”, em português, “CUIDA DE MIM”!. Porém, o Brasil adotará um enfoque propositivo e que apresenta uma mensagem diferenciada para a sociedade: “Cuida Bem de Mim!”. Este acréscimo do “Bem” é intencional para demostrar que apresentamos um tema que perpassa pela qualidade do cuidado, não meramente o cuidado de oferecer moradia, alimentação, educação, entre outros. Mas sim, falamos da qualificação dos cuidados diário no campo das micros e macros relações com as crianças e adolescentes. Falamos aqui do “direito do cuidado”, como um direito fundamental. Possibilitar tempo e espaço de fortalecimento dos vínculos saudáveis e pertinentes da criança com sua família e comunidade é uma demanda apresentada em nosso cenário político, econômico e social atual.

Saudações, Aldeias Infantis SOS Brasil

“O cuidado entra na natureza e constituição do ser humano... sem o cuidado, ele deixa de ser humano.  Se não receber cuidado desde o nascimento até a morte, o ser humano desestrutura-se, definha, perde sentido e morre. Se, ao largo da vida, não fizer com cuidado tudo que empreender, acabará por prejudicar a si mesmo e por destruir o que estiver a sua volta.”



AMSK\Brasil

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA PÚBLICA DO CONANDA SOBRE A DECISÃO DO STF QUE PÔS FIM À VINCULAÇÃO HORÁRIA DA CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA (ARTIGO 254 DO ECA)

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

PROJETO KALINKA PROMOVE AULA TEMÁTICA AOS DISCENTES DO CURSO DE SAÚDE COLETIVA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA