LÍNGUA ROMANI - UM DIA PARA PRESERVAR



Em 05 de novembro a Union Romani, publicou em sua página um pedaço da história do povo rromani (ciganos) que poucas pessoas conhecem. Trata-se de um estimado tesouro; o Rromanô. Enquanto isso; o Brasil corre com variáveis linguísticas e a discussão de “ciganos verdadeiros”. Mas toda essa movimentação, traz a tona, velhas questões identitárias; fato esse bastante discutido no Brasil e há séculos superado , em relação aos nossos irmãos europeus.

Enfim; vale a referencia e a lembrança de uma língua a que chamamos de “pátria” e que deve ser preservada. Mas devemos nos atentar, sobre todas as pessoas que durante anos, sofreram e morreram para guardarem suas famílias além da língua, mas exclusivamente para preservar vidas.

AMSK/Brasil



Da União Romani; queremos lembrar a sociedade espanhola que 05 de novembro é o Dia Internacional da Língua Roma. Achamos que é importante que todos saibam como identificar este dia em nosso calendário e fazer um esforço para ajudar a comunidade Rroma a resgatar a língua falada pela grande maioria dos ciganos no mundo, mas, para nossa tristeza, não falada entre os ciganos espanhóis.

A repressão que o nosso povo tem vivido na Espanha chegou a um tal grau de violência que a nossa língua foi devastada. Os ciganos deixaram de falar em rromanô, para que não fossem identificados tão facilmente. A punição foi severa: cadeia e nas galês.

Por isso, é importante lembrar que a nossa língua pagou um preço muito alto, mas é tarefa de todos, devolvermos o que perdemos, e não há mais vida para uma língua do que aprendê-la e falar dela, usá-la como nossos irmãos no resto da Europa .

Para isso, precisamos que a sociedade compreenda que a Rroma vai fazer um esforço para que sua língua volte para lugar merecido, mas não vai conseguir este objetivo se não houver um forte movimento de solidariedade para nos ajudar a alcançar este objetivo.

Embora existam alguns governos regionais que estão comprometidos com a recuperação rromanò, apenas assim; algumas entidades têm vindo a desenvolver workshops- para um preciso envolvimento direto e econômico; para fazer com que chegue a todas as famílias ciganas. É o nosso dever, trabalhar com eles e lutar por ela, e assim o faremos, mas como em tantas outras áreas, trabalhando em conjunto teremos frutas mais coloridas e saborosas.

Union romani
Tradução – AMSK/Brasil

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA PÚBLICA DO CONANDA SOBRE A DECISÃO DO STF QUE PÔS FIM À VINCULAÇÃO HORÁRIA DA CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA (ARTIGO 254 DO ECA)

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

PROJETO KALINKA PROMOVE AULA TEMÁTICA AOS DISCENTES DO CURSO DE SAÚDE COLETIVA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA