OPINIÃO













Em geral o que permite esses encontros frequentes, reavivando a chama da tradição, é a realização dos brodes ou patchíus, para os quais acorrem, às vezes, ciganos de várias partes do país e que também fucionam como uma cadeia de informações rápida e eficiente de nevipens roma-ni. E tudo isto - a valorização de seus traços culturais orais, a dispersão e o segredo – existe basicamente para sustentar o mais precioso dos bens do povo cigano: A LIBERDADE.

"Si considerarmos que no hay en Ia faz de Ia tierra ningún pueblo que ame tanto Ia libertad como el Pueblo Gitano, habrá que pensar que estamos anteponiendo los temas de educación, vi-vienda, sanidad etc. e ignorando uno vital: Ia libertad, sin Ia que no se pueden conseguir ni Ia educación, ni Ia sanidad, ni Ia fraternal convivencia payo - gitana". (Antônio Martínez Amador - Presidente do Secretariado Gitano em Ubeda, Espaha; membro da União dos Ciganos Espanhóis e da União Romani Internacional, organização reconhecida pelas Nações Unidas a 28 de fevereiro de 1979 em Nova Iorque).

Ciganos : A oralidade
como defesa de uma
minoria étnica
CRISTINA DA COSTA PEREIRA

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA PÚBLICA DO CONANDA SOBRE A DECISÃO DO STF QUE PÔS FIM À VINCULAÇÃO HORÁRIA DA CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA (ARTIGO 254 DO ECA)

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

PROJETO KALINKA PROMOVE AULA TEMÁTICA AOS DISCENTES DO CURSO DE SAÚDE COLETIVA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA