AÇÕES PRÁTICAS

Reunir, conversar e traçar metas em prol da construção conjunta. Esse sentido de organizar propostas e ponderar, avança muito a pauta cigana no Brasil. Sabemos de embates gigantescos em todos os países e no Brasil não seria diferente. 


Algumas das propostas aventadas, passa pela construção de ações reais, derivadas das necessidades múltiplas de cada região e cada braço de etnia.

Alguns projetos que já possuem respaldos de tabulação e de práticas estão sendo discutidos, entre eles a CARTA DE CURITIBA, um avanço para professores da rede pública de ensino e o PROJETO KALINKA. Outros pontos de articulação foram as crianças inseridas nas escolas de Gravataí/RS, respeitando as distancias e a coletividade da região. Nessa comunidade, calons e rons conversam a mesma língua e se unem na possibilidade de avançarem ainda mais.
 

Reunir pessoas tão diferentes e com ideais tão parecidas, foi sem dúvida um desafio muito gratificante. Parabéns para a equipe de trabalho do Governo Federal. Sabemos que todo trabalho na construção desse sentido, passa por desafios e situações desafiadoras, mas o caminho está correto e as possibilidades de avanço são inúmeras.

A educação passa por inúmeras estruturas e deve ser aproveitada dessa forma, espaços de livre conversação, com harmonia e com dignidade são sempre bem vindos. Por esse motivo, foram entregues reivindicações de várias comunidades e de várias regiões, visando uma forma mais equilibrada de tratar as situações de conflito.

"A participação da mulher é cada vez mais elogiada nesses diálogos e sempre traz essa relação respeitosa, entre a tradição dos mais velhos e os novos tempos. As mulheres sempre trazem essa forma bonita e delicada de ver as coisas." Mio Vacite - em relação a presença de mulheres nos espaços de negociação.
Por sua vez, Anne Kellen/lovara, trouxe a experiência de educadora social em rodas de conversa e sua maneira toda especial de trabalhar com a transversalidade; além da expectativa de terminar o curso de pedagogia. Lucimara trouxe seus anos de anos de ensino, mais de 20 e sua experiencia bem sucedida na formulação de pedagogia voltada para a preparação de professores, respaldada por três trabalhos bem sucedidos do projeto kalinka: em Brasília, em Sobradinho/DF e em Curitiba/Pr.

Bahia e Minas gerais já estão com meio caminho andado e podem ajudar a desenvolver novas propostas e novos desafios, ambos com comunidades Calons.

Foi e é uma honra conviver com pessoas assim,
AMSK/Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

24 DE MAIO - DIA NACIONAL DO POVO ROM (os assim chamados ciganos)

MANIFESTO EM DEFESA DO BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA – BPC