UMA RROMÍ CHAMADA ZERAFIM

  Caravaggio 1596
 
Guardo o segredo de ontem
visto as roupas que me deram,
choro o destino que me roubaram,
aguardo que se cumpra a promessa.

Que se cumpra os dias,
que se enfeitem as estrelas,
a espera é longa e a saudade infinita.
Cumpro o destino traçado,
vivo, sonho e desejo,
como qualquer anjo,
como toda rromi.
zerafim

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA PÚBLICA DO CONANDA SOBRE A DECISÃO DO STF QUE PÔS FIM À VINCULAÇÃO HORÁRIA DA CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA (ARTIGO 254 DO ECA)

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

PROJETO KALINKA PROMOVE AULA TEMÁTICA AOS DISCENTES DO CURSO DE SAÚDE COLETIVA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA