1971

Era o ano de 1971 ... E eles conseguiram...
Uma Bandeira... um começo. Nascia a esperança de ver a grande Rromá unida, forte, capaz de se reerguer.


 E foi assim, passo a passo que as coisas começaram a andar. Vindos de toda a parte da Europa, eles formavam a Rromá - a Grande Nação Cigana.
Um Hino para não esquecer a dor,
Um hino para não se esquecer de casa,
Um hino para continuar a luta.
A história nunca se esquecerá...
Quem somos nós para esquecê-los?
Quem somos nós para ousarmos esquecer?
De cá,
desse lado do oceano,
nessas terras "Brasileiras", 
sem a ilusão dos territórios,
somos apenas algumas mulheres.
Mulheres que descendem,
que bordam,
lutam,
sonham,
trabalham e 
constroem pontes.

Somos a AMSK

Postagens mais visitadas deste blog

RESOLUÇÃO CONANDA Nº 180 DISPÕE SOBRE A IGUALDADE DE DIREITOS DE MENINAS E MENINOS

PROJETO KALINKA PROMOVE AULA TEMÁTICA AOS DISCENTES DO CURSO DE SAÚDE COLETIVA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

24 DE MAIO - DIA NACIONAL DO POVO ROM (os assim chamados ciganos)